AppleTecnologia

13 novidades do iPadOS 13.1

0

A Apple lançou hoje (24) a versão estável do sistema operacional da empresa voltado para os tablets fabricados por ela, o iPadOS 13.1. Além de disponibilizar aprimoramentos gerais para os equipamentos compatíveis que influenciam diretamente na usabilidade, o novo SO traz recursos adicionais.

Confira a lista completa com 13 novidades disponibilizada no iPadOS 13.1.

1 – Home Screen

Agora é possível realizar a personalização da tela inicial para escolher entre ter acesso widgets sem precisar realizar qualquer gesto ou continuar no mesmo modo anterior, onde era preciso arrastar para o lado caso quisesse ver algumas informações úteis que ficam ocultas.

Para escolher, basta ir em Ajustes> Tela e Brilho>Layout da tela de início. Assim, é possível selecionar “Mais” para ver tudo na home screen ou “Maior”, onde os ícones são amplificados e usabilidade fica mais fácil para quem não tem tanta experiência com o dispositivo.

Mas vale lembrar que os widgets só ficam disponíveis quando a opção “Manter a Visualização Hoje na Tela de Início” é habilitada. Obviamente que quanto maior for a tela do iPad, melhor vai ficar a visualização deste recurso.

 

2 – Modo Escuro

Uma das grandes novidades quem vem sendo implementada por diversas desenvolvedoras em seus aplicativos e já funciona de forma nativa no Android é o “Modo Escuro”. A partir de agora os usuários do iPadOS 13.1 também poderão usufruir deste recurso.

Para tal, basta ir em Ajustes>Tela e Brilho>Aparência. Nessa área é dá para selecionar entre o modo de tela “Clara”, onde ele fica com o fundo branco e “Escura”, que dá muito mais destaque aos menus e ícones do tablet.

Outra maneira de ativar e desativar esta opção é acessando o menu suspenso do iPad, pressionando a opção de ajuste de brilho e clicando no “Modo Escuro”.

 

3 – Multitarefas

Algo que sempre chamou atenção no Android foi a opção de multitarefas, onde mais de uma janela pode ser agrupada e acessada ao mesmo tempo, podendo melhorar o intercâmbio entre janelas e facilitar o uso de várias aplicações, principalmente para trabalho.

Mas, ao contrário do sistema do Google, o iPadOS permite o uso de duas abas do mesmo aplicativo para dividir o uso da tela. Porém, essa combinação também pode ser feita com o navegador Safari e outros apps, podendo realizar várias combinações para organizar o trabalho de acordo com o que for mais necessário para cada um. A Apple chama isso de App Exposé.

 

4 – Captura de tela

A opção para tirar prints ganhou um merecido upgrade, pois agora é possível realizar capturas de tela realizando o movimento lateral com o dedo ou a Apple Pencil.

Depois que o screenshot é tirado, algumas ferramentas são exibidas na tela, como a opção de brilho da imagem, pinceis e borracha para acrescentar desenhos e destaques, e até mesmo a possibilidade de recortar ou alternar a captura, clicando em “Tela Completa”.

 

5 – Safari

Agora o aplicativo visualizado é a mesma versão disponibilizada para desktop, o que melhora muito a usabilidade em relação ao que era aplicado anteriormente, incluindo a visualização dos sites, que tinha limitações que geravam muita reclamação nos usuários.

 

6 – Safari com janelas lado a lado

Já que o navegador Safari foi citado acima, nada mais justo do que falar outra dica que o aplicativo permite, que é o uso das janelas lado a lado. Para realizar essa ação, basta selecionar uma aba e arrastar para o lado, processo idêntico ao feito no multitarefas.

 

7 – Widgets

Agora o iPadOS permite a edição dos widgets, podendo adicionar, remover ou reorganizar esse adicional.

 

8 – Slide Over

O Slide Over agora permite a implementação de diversos aplicativos trabalhando em lateral com o app principal. Para inserir basta arrastar o ícone do aplicativo desejado no menu inferior para o canto da tela de forma que ele fique “flutuando”.

O processo pode ser feito com diversos apps, e para alternar entre eles basta fazer o movimento de deslize para direita ou esquerda usando a barra discreta que aparece na parte inferior de cada aplicativo para navegar.

 

9 – Teclado

Agora o teclado pode ser usado de forma flutuante no iPad, uma opção muito interessante para quem gosta de ter o recurso de digitação o mais próximo possível, principalmente com a alternância entre aplicativos disponível na versão 13.1 do sistema.

 

10 –  QuickPath

Assim como os aplicativos onde é possível realizar digitações rápidas deslizando entre as teclas, agora o teclado nativo do iPad permite o uso dessa opção. Obviamente que a disponibilidade é limitada, sendo permitida apenas quando o teclado está flutuante.

 

11 – Fotos

A edição de imagens no app Fotos está mais completa, podendo fazer ainda mais modificações nas fotografias, sendo uma versão compacta, gratuita e mais simples do Photoshop, por exemplo.

 

12 – Novos gestos

Para quem usa o iPad como ferramenta de trabalho, os novos gestos ajudarão bastante nas tarefas simples que vão além da digitação. Para realizar a seleção de um texto, basta clicar duas vezes em uma palavra e arrastar a agulha, como já acontecia antes, mas agora com maior velocidade.

Já o sistema de copiar um texto ou parágrafo pode ser feito com um gesto de pinça fechando com o polegar, indicador e médio. Para colar é o mesmo gesto, mas abrindo os dedos, e para recortar deve-se realizar o gesto de pinça, como se fosse copiar, mas realizando o movimento duas vezes.

É importante destacar que, quando a ação é feita do jeito correto, aparece a função que foi realizada pelo gesto.

 

13 – Suporte ao mouse

De todas as novidades implementadas pela Apple no iPadOs 13.1, a possibilidade de plugar periféricos via Bluetooth que não sejam da empresa, como um mouse, por exemplo.

Para realizar essa ação, basta ir em Ajustes>Bluetooth e analise se o mouse está conectado ao tablet. Após esta confirmação, entre na opção Acessibilidade>Toque>AssistiveTouch.

Quando esta ação é realizada, o cursor do mouse passa a ser visualizado na tela do iPad, assim podendo configurar as teclas para melhorar a usabilidade.

 

iPads compatíveis

Apesar de ser importante para a Apple manter os seus produtos sempre atualizados, a empresa limitou o alcance do iPadOS 13.1, sendo compatível apenas com os aparelhos abaixo.

  • iPad Air 2 (ou superior)
  • iPad Pro (ou superior)
  • iPad (5ª geração ou superior)
  • iPad mini 4 (ou superior)

 

Jucyber
CEO da empresa TECNOAGE e principal autora no site. Youtuber há mais de 6 anos, com vasta experiência em tecnologia, nos seus diferentes ramos. Apaixonada por Deus, pela vida, pela família, pelo conhecimento e jogos eletrônicos.

    10 Dicas e truques que todo usuário de Zenfone deve saber

    Previous article

    Jogo Y.U.K.I. chega na unidade Voyager do Morumbi Town Shopping

    Next article

    You may also like